sábado, 17 de junho de 2017

Abrir uma janela

Como deixei a minha casa abandonada!
Dias, semanas, meses, anos sem aqui vir, sem espreitar pela fresta da porta.
Mesmo assim ainda sinto o cheiro tão característico do meu ser em tudo o que aqui se encontra. Amor, paixão, desgosto, entrega, sonhos...tudo o que aqui está sou EU!
Hoje vim só abrir uma janela para deixar a casa respirar um pouco.

Sem comentários:

Enviar um comentário